sábado, 21 de julho de 2007

Comboios III – Viagens românticas


.

.
.
.
.
.
.
.
.
As viagens em alta velocidade não me agradam porque são demasiado nervosas e intensas. Há uma sensação de perigo ligada a uma velocidade excessiva, mesmo sendo o TGV um comboio confortável e de baixo ruído. Acho os comboios antigos de menor velocidade mais românticos. Parava-se em mais estações e em pequenas povoações (que agora se ultrapassam com uma rapidez assustadora) e comentavam-se e saboreavam-se paisagens e cheiros. Sou um saudosista dos comboios antigos e felizmente ainda há alguns.
.
.
.
.
Exemplo disso são os comboios com carruagens-cama ou wagon-lit, que geralmente incluem as normais facilidades de um hotel, designadamente restaurante e serviço de bar. São verdadeiros hotéis sobre rodas (e carris). Espero que estas jóias como o Expresso Oriente e o Sud Express, tão bem conhecido dos portugueses, que faz a viagem Paris-Lisboa, nunca acabem. .
.

.
As instalações actuais do Sud Express continuam a possibilitar dormir em cama durante a noite e tomar as refeições em carruagem-restaurante.


Julgo que para fazer esta viagem com mais tranquilidade se devem evitar os períodos de férias, em especial o Natal, a Páscoa e o Verão, quando os emigrantes enchem os comboios.
.

.
.

.



Para mais informação ver por exemplo



Depois é só ir até Paris.


Sem comentários:

Enviar um comentário