quarta-feira, 18 de julho de 2007

Uma História de Amor

Era uma vez um pintor, um grande pintor, sobretudo apreciado pelos seus retratos. Um dia pintou uma linda rapariga com traje de minhota. O quadro era tão lindo, que um dos seus amigos, oficial militar, ao passar pelo seu atelier o viu e apaixonou-se pela rapariga, pedindo para a conhecer. Casaram-se em 1952: ela chamava-se Maria Estela Veloso de Antas Varajão, nascida em 1927 em Viana do Castelo, ele chamava-se Francisco da Costa Gomes, nascido em 1914, em Chaves.


.





.




O pintor era Mestre Henrique Medina. Francisco da Costa Gomes foi Presidente da Republica de 30 de Setembro de 1974 a 27 de Junho de 1976, um tempo muito complicado da nossa vida política, tendo sido posteriormente nomeado Marechal. Faleceu em 2001, com 87 anos de idade. Maria Estela Costa Gomes tem hoje 80 anos.

Ver no sitio da Presidencia da Republica, a visita de Maria Cavaco Silva a D. Estela Costa Gomes em Março deste ano, no dia do seu aniversário em http://www.presidencia.pt/?idc=32&idi=4584

5 comentários:

  1. Penso no Xico, o filho deles, todos os dias e rezo por ele. Foi um grande amigo que continuo a amar para alem da morte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá "Anónimo". Vivi quase frente ao Xico e brincamos muito em miudos quando ele viveu em Lisboa. Não me consigo recordar da data da morte do Xico o que me tem vimdo a perturbar tanto! Na net, nada envcontro sobre ele ... eh como se nunca tivesse existido --- o charme dele, a doçura, a paixão com que viveu a vida .... e a morte ... ficaram em mim. Não me recordo da data da morte do Xico e isso perturba-me... tanto! Abraço. Paula Pinto (paula@minihub.org).

      Eliminar

  2. Olá, Ricardo

    Tomei a liberdade de "levar" a sua linda "História de Amor" , que achei tão bonita...para publicar lá no meu cantinho.
    Espero que não me leve a mal.
    Claro que tem a inrormação sobre a fonte.

    Obrigada
    Um abraço
    Viviana

    ResponderEliminar
  3. Olá!

    No seu blogue (em http://olhaioliriodocampo.blogspot.pt/) reparei que a Viviana documentou-se com outras fontes e produziu um texto mais completo e sumarento. Estou convencido que a história do Presidente Costa Gomes e da sua Dona Estela, daria para escrever um volumoso livro. Quem diria que uma figura pública com um ar tão simples e discreto, que parece ter sido sempre empurrado para a ribalta, mais do que procurado o poder, teria atrás de si uma história de vida ao mesmo tempo romântica e dramática, mas sempre tão corajosa e interessante?

    Cumprimentos

    Ricardo

    ResponderEliminar
  4. Costa Gomes foi dos melhores presidentes! A sua vida e um excelente exemplo a ter em conta. Uma palavra para a esposa que foi duma dedicação incansável! Foi pena que ilustre casal sofresse o duro reves da morte do filho tao cedo. De que faleceu? Eram uma família com princípios
    Cumprimentos

    ResponderEliminar