quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Ainda sobre as regiões e a propósito de um mapa de França no FT

O Financial Times publicou hoje um mapa de França com os 71 locais onde se encontram instalados os clusters franceses. Não são atrasados “parques industriais” à portuguesa, mas verdadeiros “polos de competitividade” integrando verticalmente diversos sectores: universidades, pesquisa e desenvolvimento, indústria e serviços. Há clusters que se dedicam à cosmética, outros à indústria aeroespacial, outros à indústria farmacêutica, etc. Ver informação completa em http://www.competitivite.gouv.fr/

Estes polos têm sido um sucesso. Para a sua constituição contribuiram as políticas económicas das regiões francesas, que escolheram especializar-se e também os investimentos realizados que possibilitaram gerar vantagens comparativas significativas para atrair massa cinzenta e sector privado.

Juntamos em anexo o mapa de Portugal para podermos comparar as dimensões entre os países e entre as regiões e também para nos fazer pensar em como organizar algo de parecido. Para nos desenvolvermos precisamos de criar regiões com dimensão e massa crítica suficiente para lançar políticas destas. Não vejo alternativa.

Ver neste blogue sobre o tema da regionalização


.




1 comentário:

  1. Dada a temática abordada e a qualidade da informação, tomei a liberdade, mais uma vez, de publicar este seu "post", com o respectivo link, no

    Regionalização

    Cumprimentos

    ResponderEliminar