sábado, 13 de outubro de 2007

Fátima e o Islão

Há muitas e muitas lendas de moiras na nossa terra, bonitas e encantadas, desde as amendoeiras em flor no Algarve até Alfátima na Serra da Estrela. Fátima, Fátema ou Fatma foi a filha preferida do Profeta Maomé, é um nome muito comum entre as mulheres muçulmanas [e após as aparições também entre portuguesas e brasileiras]. Os califas Fatímidas, orgulhavam-se de descender de Fátima.

Há mesmo o livro de Moisés Espírito Santo, Os Mouros Fatímidas e as Aparições de Fátima onde se “afirma que a região portuguesa de Fátima e os seus arredores está impregnada, no inconsciente colectivo, por uma cultura herdada do tempo da facção Fatimida dos Mouros, que, na época da ocupação árabe, relatavam a visão de uma senhora de luz que consideravam ser Fátima, a filha de Muhammad”, segundo a Wikipedia.

Sobre a povoação de Fátima, local onde se deram as aparições, conta-se que Fátima era uma linda moira filha do emir de Álcacer do Sal, por quem um cavaleiro português, do tempo de Afonso Henriques se apaixonou e casou. O local para onde os esposos foram viver acabou com o tempo por adoptar o nome de Fátima que faleceu ainda nova.

Mas a ligação de Fátima ao Islão é também pela via de Maria, mãe de Jesus (considerado pelo Corão, um profeta). Os muçulmanos veneram Maria, mãe de Jesus. De todas as mulheres mencionadas no Corão, Maria é a que mais vezes é mencionada. Maria é uma das oito pessoas que dá o seu nome a um dos 114 capítulos do Corão. Seu pai Imran tem direito a outro capítulo. A história de Maria no Corão começa ainda antes de nascer quando se encontra no útero de sua mãe. (ver http://www.islamfortoday.com/galvan03.htm )

Quando a estátua de Nossa Senhora de Fátima foi transportada através de zonas muçulmanas de África e Índia, centenas de milhares de muçulmanos apareceram. Em dois dias, meio milhão de muçulmanos vieram prestar as suas homenagens a esta estátua em Bombaim, Índia”. (Em “A Woman Rides the Beast” de Dave Hunt, p. 458)
.
E por coincidência: a nova igreja do Santuário de Fátima, a gigantesca Igreja da Santíssima Trindade, uma das maiores do mundo, foi inaugurada a 12 de Outubro de 2007, exactamente no fim do Ramadão, primeiro dia do Id al-Fitr, a festa do fim do jejum. Salam.

Sem comentários:

Enviar um comentário