segunda-feira, 31 de março de 2008

O Crónicas Portuguesas faz hoje um ano

O Crónicas Portuguesas celebra hoje o seu primeiro aniversário. Temos procurado evitar muitas vezes os temas da actualidade e até fugimos deles e a razão é simples: a maioria dos assuntos da agenda dos media, são “negativos” ou para “dizer mal” ou para “criticar alguém ou alguma coisa”. Claro que neste blogue poderemos também dizer mal ou menos bem de alguma coisa, mas pelo menos 90% do conteúdo é para fazermos o contrário disso.

Até podemos concordar que dizer mal e criticar, podem ser o caminho certo para debater questões importantes e melhorar muitas coisas - e há muito a melhorar - mas ser apenas negativo pode ser também outra forma de laxismo e de “deixar-andar”. Há também coisas e pessoas muito válidas neste mundo, tanto do passado como do presente, e precisamos alimentar mais o nosso amor-próprio, ganhar confiança e trabalhar melhor pelo progresso.

Já agora, se alguém pensar que "digo bem" porque sou do partido do actual governo, qualquer que ele seja, desengane-se, pois não tenho partidos e procuro também que estas Crónicas Portuguesas sejam “sem partidos” e independentes. Adaptando uma frase de Lopes de Oliveira (iremos falar dele um dia destes), acima dos partidos está a República, acima da República está a Democracia e acima da Democracia está o País.
.
O barco vai continuar por entre as ondas azuis.

Sem comentários:

Enviar um comentário