domingo, 27 de julho de 2008

A Casa da Celestina de Paula Rego

Não é a fealdade das figuras, que nem sequer é forçada. Se calhar é assim mesmo que devem ser vistas. Não é também a falta de maneiras. Se calhar aquelas, são as situações reais. Mas o conjunto é como um espelho em que podemos ver reflectido muito daquilo que temos sido e que ainda somos em Portugal. Para o bom e para o mau. Muitas vezes ainda, os quadros transportam motivos sexuais que os tornam ainda mais provocantes. Por isso, cada trabalho de Paula Rego merece um olhar crítico e demorado. Um dos meus preferidos, é A Casa da Celestina: um retrato terrível, mas notável.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Na internet estão disponíveis muitos dos quadros da pintora. Ver por exemplo em http://www.artnet.com/artist/636556/paula-rego.html

Sem comentários:

Enviar um comentário