sábado, 20 de novembro de 2010

Almanaques e Almanaque Bertrand

Não sou colecionador de livros, mas tenho tido a sorte de poder adquirir a baixo preço alguns almanaques antigos. A minha felicidade, é que o livro usado é ainda pouco procurado em Portugal, permitindo-me constituir uma pequena biblioteca generalista, a preços relativamente acessíveis.
Um dos livros, porque é de livros que se trata, que folheio com mais prazer, são os velhos almanaques, e destes, sem dúvida que as edições do Almanaque Bertrand(*) são as minhas preferidas.
No início do século vinte, as capas eram espetaculares com desenhos lindíssimos. 



















As pombas que simbolizavam a paz e os temas nacionalistas, dominaram algumas capas dos anos 30 e 40.




















Mas o almanaque mais querido para mim, é um antigo Almanaque Enciclopédico de 1896 com prefácio do Eça, do qual já incluí neste blogue um pequeno texto.







































Neste almanaque encontram-se dicas sobre como constituir uma biblioteca básica e sugere-se uma reduzida lista de livros portugueses:







































Todos estes livros estão disponíveis a preços módicos nos nossos alfarrabistas, e poderão ser encomendados via internet. Porque não dar a si mesmo e aos seus familiares uma prenda de Natal com livros de autores portugueses?

(*) Dos velhos almanaques que chegaram às minhas mãos, devo referir ainda o Almanaque de Santo António, o Almanaque Diário de Notícias e o Novo Almanaque de Lembranças Luso-Brasileiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário