sábado, 28 de junho de 2014

Será Portugal um Paraíso na Terra?



A idílica Pavesini Village do anúncio é Aveiro

A pergunta soa absurda para os ouvidos portugueses, mas a imprensa internacional surpreende-nos com as apologias que faz de Portugal como destino turístico para férias de Verão, de Golfe, de Surf e como destino de residência para reformados. Ficamos pasmados quando os leitores do americaníssimo jornal USA Today elegeram este ano, Portugal como destino de preferência. A revista Monocle escolhe Cascais e o Yahoo Finance escolhe o Algarve, como locais de excelência para aposentados. Na realidade são cada dia mais numerosos os que nos visitam e os que aqui fixam residência. Será que sem nos apercebermos, Portugal é um Paraíso na Terra?

As razões da escolha são das mais variadas. É apreciada a nossa maneira de ser, os portugueses são amigáveis e educados e sabem falar inglês. Portugal é um dos países europeus com menor criminalidade, sendo considerado um destino seguro. As vias de comunicação como se sabe, são excelentes e temos bons serviços de Saúde. O clima é agradável, temperaturas amenas sem excesso de calor ou de frio, muitos dias de sol, praias espetaculares, e embora o país seja pequeno apresenta paisagens diversificadas. Outro elogio é a gastronomia, principalmente peixe e mariscos, vinhos, queijos, enchidos e doçaria. O nosso património e a nossa longa história e cultura, em grande parte desconhecidos, também são motivos de interesse. Para um americano ou um alemão de classe média, o custo de vida em Portugal é barato, além disso em Portugal não se cobram as reformas dos pensionistas estrangeiros. Destacam também o baixo custo da habitação, seja para compra seja para aluguer. Descoberta, fascínio e surpresa são outras palavras usadas para descrever Portugal. A mais interessante que li foi a sensação de alguém que descreve um “crack in time”, como se de repente tivesse sido transportado para um tempo mais antigo. Já tive essa sensação várias vezes ao visitar uma vila alentejana, uma aldeia beirã ou transmontana, um mosteiro, um castelo, alguns hotéis, como o Curia Palace, e algumas paisagens citadinas, como nas entradas via sul de Coimbra, Viana do Castelo ou Porto pela Afurada, e as cidades de Évora e Aveiro (ver anúncio acima da marca italiana Pavesi, realizado em Aveiro).

Sem dúvida nenhuma, o turismo português está de parabéns.

Sem comentários:

Enviar um comentário